Litoral do Piauí será palco de Festival de Jazz


A cidade de Cajueiro da Praia, localizada no litoral do Piauí, propõe um carnaval diferente para seus visitantes. Ao invés do samba, do axé e do frevo, imperadores deste período, a cidade se organiza para realizar um festival de blues e jazz.

O Barra Jazz e Blues Festival acontece de 18 a 20 de fevereiro, na praia de Barra Grande, e tem entre as suas atrações a participação do violinista cubano Omar Puentes. Ele estudou música na Escola Nacional de Artes de Havana e participou também da Orquestra Sinfônica de Cuba.

Além do músico cubano, o palco principal terá atrações nacionais como o grupo Blues Etílicos do Rio de Janeiro, que possui mais de 25 anos de carreira, e Tiffany Harp, do estado de Santa Catarina. Atrações locais também têm espaço na programação. Já confirmaram presença no festival as bandas piauienses Clínica Tobias Blues, The Bojo Band e BR-316 .

Além dos shows noturnos, a organização preparou o palco Som do Mar, com apresentações durante o pôr-do-sol. As exibições serão feitas sempre às 17h30, no meio da praia, nos cinco dias de festival. Na praça principal, o espaço Ventania Musical também promete intensa movimentação cultural, com a participação de grupos ligados à arte e à música.

Durante o evento, acontecerá ainda o Café com Música, espaço para bate-papos, mediados pela jornalista Maia Veloso, onde os músicos e as bandas participantes falarão sobre seus trabalhos.

O festival possui várias atividades paralelas às apresentações musicais, como feiras de artesanato, oficinas para crianças, comunidade e turistas. A Orquestra Sinfônica de Teresina também irá fazer uma participação especial no evento.

Fonte: Portal do Governo do Estado do Piauí

Sobre nordestevinteum
Responsabilidades Editoriais A Revista Nordeste VinteUm, dentro de seu caráter pluralista, se pretende um veículo aberto à participação e à construção coletiva do seu conteúdo. Para tanto, trabalha com o Conselho Editorial designado pela Editora Assaré. Nesta instância, são discutidas estratégias para viabilizar e manter a periodicidade da revista, garantir o cumprimento da sua política editorial, definir os nomes dos colaboradores e acompanhar, através de ouvidoria, a relação público leitor-revista. Tudo em respeito aos ditames do bom jornalismo, cujo compromisso com a ética e a verdade são inarredáveis.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: