Divina Renda em exposição na Casa do Patrimônio do Iphan em Alagoas


A partir do dia 16 de março a cidade de Maceió, em Alagoas, poderá ver de perto os detalhes da Renda Irlandesa, um dos mais belos bens culturais de Sergipe, protegido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan. A mostra Divina Renda estará em exposição na Casa do Patrimônio do Iphan-AL, de 17 de março a 8 de abril, de terça a domingo, de 11h às 17h. A Casa do Patrimônio fica na Rua Sá e Albuquerque, 157, Jaraguá. A iniciativa é uma parceria das superintendências do Iphan de Alagoas e Sergipe e do Governo do Estado de Sergipe.

A mostra Divina Renda surgiu do desejo de ampliar o universo de divulgação sobre o processo de registro da Renda Irlandesa e, também, de  revelar um saber fazer intrínseco à comunidade de Divina Pastora, em Sergipe, onde esse rico artesanato representa uma importante atividade geradora de renda, mas, sobretudo, um elemento constitutivo de diferenciação e identidade.

Desenvolvida em núcleos expositivos, mostra Divina Renda destaca uma imbricada rede de saberes, existente em torno da elaboração da renda irlandesa e desperta nos visitantes emoções diversas, como parte do processo educativo de reconhecimento identitário, culminando com possibilidades de fomento a políticas públicas de valorização do fazer da renda.

 

Serviço: Mostra Divina Renda Data da abertura: 16 de março de 2012, às 19h Visitação: de terça a domingo, de 11h às 17h Local: Espaço de Exposições Temporárias da Casa do Patrimônio do Iphan-AL Rua Sá e Albuquerque, 157 – Jaraguá – Maceió.

Fonte: Ascom – Iphan/AL

Sobre nordestevinteum
Responsabilidades Editoriais A Revista Nordeste VinteUm, dentro de seu caráter pluralista, se pretende um veículo aberto à participação e à construção coletiva do seu conteúdo. Para tanto, trabalha com o Conselho Editorial designado pela Editora Assaré. Nesta instância, são discutidas estratégias para viabilizar e manter a periodicidade da revista, garantir o cumprimento da sua política editorial, definir os nomes dos colaboradores e acompanhar, através de ouvidoria, a relação público leitor-revista. Tudo em respeito aos ditames do bom jornalismo, cujo compromisso com a ética e a verdade são inarredáveis.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: